Quilombola

Jovens quilombolas de Oriximiná produzem conteúdo audiovisual alusivo ao Dia da Mulher

Whatsapp

Um grupo de aproximadamente 10 jovens de diversos territórios quilombolas do município de Oriximiná estão contando histórias de uma forma bem dinâmica, as ferramentas, um aparelho celular e muita criatividade para realizar as mais variadas produções audiovisuais. Ajusta a imagem, busca o melhor ângulo, cuidado com a iluminação. Produz, cria projeto, edita, reedita, exporta, essas etapas fazem parte da vida dos jovens que no dia 07 de março, sábado, foram a campo acompanhar a programação alusiva ao Dia da Mulher.

A programação alusiva ao Dia Internacional da Mulher foi uma realização da Arqmo (Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná) em parceria com o Grupo Dandaras e a Associação Área Trombetas (Acorqat) que teve como tema “Ser mulher negra e quilombola é sinônimo de força e resistência”. Para os jovens o desafio, retratar a atividade, mostrar seu protagonismo, gerar possibilidades a partir das vivências dentro dos territórios quilombolas do município de Oriximiná.

O trabalho desenvolvido junto aos jovens quilombolas do município de Oriximiná surgiu a partir do diagnóstico participativo da Arqmo, que identificou que o jovem tem interesse e busca conhecer mais as ferramentas digitais. “A gente tem um desafio muito grande com os jovens que é trabalhar a comunicação, o uso destas ferramentas com os recursos que eles possuem. A gente sabe o poder das redes sociais e como elas mudam a realidade das pessoas e a ideia é essa, trabalhar o fortalecimento das associações e também a possibilidade do empreendedorismo, da geração de renda para os jovens a partir da produção audiovisual, da fotografia, das redes sociais”, frisou o coordenador do PTS Edwilson Pordeus.

Durante a programação alusiva ao Dia da Mulher os jovens produziram conteúdos sobre empoderamento feminino quilombola e contaram como foi a programação debateu temas relacionados ao cotidiano das mulheres quilombolas como saúde, direito, empoderamento feminino além das palestras teve muita interação e dinâmicas, brincadeiras que buscaram valorizar a beleza da mulher quilombola, além de serviços ofertados pelo CRAS Ribeirinho.

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa integrada entre Agenda Pública, Ecam, Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Mineração Rio do Norte (MRN) e Agencia dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (Usaid) que busca contribuir com o desenvolvimento territorial dos municípios de Faro, Terra Santa e Oriximiná.

Ficou curioso, quer saber mais sobre o Programa? Acesse nosso site ou nossas redes sociais no Facebook, Instagram, nosso canal do YouTube ou nosso APP.

Por Martha Costa – Assessora de Comunicação da Ecam.