Desenvolvimento Econômico

Grupo de trabalho irá debater o macro zoneamento urbano de Oriximiná

Whatsapp

Desde o início do ano o Programa Territórios Sustentáveis tem dado apoio aos empreendedores e trabalhadores do setor moveleiro de Oriximiná no tange a adesão ao licenciamento ambiental, que exige o reordenamento da atividade para um pólo industrial fora da área urbana do município. O debate iniciado ainda em 2015 entra em uma nova fase, a da formação de um grupo de trabalho para traçar a delimitação do município por meio do macro zoneamento, que é a ferramenta que estabelece o referencial espacial para o uso e a ocupação do solo na cidade.

O debate atualmente conta com a representação do poder público, por meio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Mineração, Agricultura e de Desenvolvimento e Obras, além da Administração Municipal e de representantes da associação dos moveleiros que juntos formam o grupo de trabalho para o macro zoneamento urbano de Oriximiná. “A ideia é trabalhar junto ao poder público a definição da área urbana do município para que se possa estabelecer a área industrial fora do limite urbano, além da atividade moveleira, o pólo industrial vai abranger também outras atividades desenvolvidas no município”, ressaltou o pesquisador do Programa Territórios Sustentáveis, Renan Moura.

Segundo o pesquisador, a retomada do debate visa assegurar aos moveleiros a realização de um sonho antigo, são mais de 50 trabalhadores ligados a Associação dos Moveleiros do Município de Oriximiná (Assomor), que aguardam pela legalização da atividade econômica em Oriximiná. “Nós nos propomos a apoiar os moveleiros a conseguir o licenciamento ambiental para o exercício da atividade,  mas para que isso aconteça será necessário que o novo local de instalação das movelarias fique fora da área urbana, pois este é um dos requisitos para o licenciamento”, frisou.

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa da Agência Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e atua nos eixos de Capital Social, Desenvolvimento Econômico, Gestão Ambiental, Gestão Pública e Quilombolas com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte que visa contribuir para a construção de uma estratégia de desenvolvimento sustentável nos territórios de Faro, Terra Santa e Oriximiná.

Quer saber mais sobre o Territórios Sustentáveis acesse novo site:www.territoriossustentaveis.org.br ou baixe nosso aplicativohttp://applink.com.br/app.ptsdisponível no Google Play para plataformas Android e IOS.

Por: Martha Costa