Capital Social

Programa Territórios Sustentáveis realiza entrevistas de avaliação de ações no município de Oriximiná

Whatsapp

Avaliar os trabalhos desenvolvidos junto às associações e órgãos governamentais de Oriximiná para então definir novas estratégias que possam contribuir para o desenvolvimento territorial sustentável, este é o principal objetivo das reuniões realizadas pelo Programa Território Sustentável que busca conhecer de perto a realidade local com suas forças e fraquezas, ameaças e oportunidades.

Segundo o coordenador do Territórios Sustentáveis, Edwilson Pordeus, as atividades são realizadas de forma individual para que cada ator sinta liberdade de fazer sua avaliação pessoal. “É um circuito de entrevistas de avaliação que visa entender o impacto das iniciativas do programa em determinadas ações, e a partir daí ter uma visão do que se avançou e o que temos que avançar pensando nos grandes desafios. Como são muitos atores, entrevistamos representantes de algumas associações para então ter uma percepção amostral das atividades já realizadas”, relatou o coordenador após informar que as ações também contam com o apoio da Associação de Florestas Úmidas Tropicais da Suécia.

Entre as associações que foram entrevistadas está a Associação de Mulheres Trabalhadoras de Oriximiná (AMTMO), Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná (ARQMO), Associação dos Moradores da Comunidade Remanescentes de Quilombos de Cachoeira Porteira (Amocrec), bem como as Secretarias de Desenvolvimento e Urbanismo (SEMDURB) e de Agricultura (Semagri), além de pecuaristas da região.

O Programa Territórios Sustentáveis atua a dois anos nos municípios de Faro, Terra Santa e Oriximiná com os eixos Gestão Pública, Gestão Ambiental, Desenvolvimento Econômico, Capital Social e Quilombolas. O Territórios Sustentáveis é uma iniciativa da Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) que conta com o apoio financeiro da Mineração Rio do Norte.

Quer saber mais sobre o programa baixe nosso aplicativo http://applink.com.br/app.pts disponível também no Google play.

Por: Martha Costa