Capital Social

Entidades representativas participam de oficinas sobre Juventude, Gênero e Resolução de Conflitos

Whatsapp

Abordar temas como o enfrentamento à violência doméstica, abuso de álcool e drogas na adolescência, exploração sexual, o papel das associações, grupos e conselhos municipais, bem como criação de um mapa para identificação de possíveis resoluções de problemas, estes foram os objetivos das Oficinas sobre Juventude, Gênero e Resolução de Conflitos realizada nos municípios de Oriximiná, Terra Santa e Faro pelo Programa Territórios Sustentáveis, no eixo Capital Social, coordenadas pela Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte (MRN).

As oficinas, com oito horas de duração, incluindo dinâmicas de grupo e trocas de experiências, proporcionaram aos participantes a oportunidade de conhecer um pouco sobre os temas debatidos, foi assim com o coordenador da Pastoral da Juventude em Oriximiná, Denielson Trindrade, que coordena uma média de 250 jovens ligados a Igreja Católica. “A gente já trabalha com essa linha de ação enquanto Pastoral da Juventude e pra mim essa oficina veio como um combustível. Nós somos seres em construção e conhecimento nunca é demais. É egoísmo dizer que sabe tudo por estar à frente de algo, e hoje com o diálogo e as várias formas de pensamento deu pra aprender um pouco e também pra levar o conhecimento adquirido pra Pastoral e isso vai nos ajudar muito”, declarou.

Nas oficinas os participantes apontaram alguns fatores de geração de conflitos que possuem ligação direta com as temáticas abordadas, incluindo respeito nas relações de gênero e ao apoio da sociedade para os jovens. Entre as vulnerabilidades foram apontadas a pouca estruturação familiar, omissão do estado, falta de políticas públicas voltadas aos adolescentes e a dependência econômica dos jovens e mulheres. “A gente percebeu uma grande vontade de enfrentamento por parte dos participantes que sugeriram pontos de ação para o fortalecimento de uma rede que começa a ser estruturada”, ressaltou a instrutora das oficinas, Mariana Prado, mestranda em Resolução de Conflitos na Georgetown University, em Washington, DC.

Renata Freire, coordenadora do Eixo Capital Social, enfatizou que as oficinas surgiram a partir da demanda das associações, conselhos e grupo de Oriximiná, Terra Santa e Faro que sentem no seu dia-a-dia a fragilidade e atuação pouco coordenada do sistema de garantia de direitos da criança e dos adolescentes.

O Eixo Capital Social atua com eventos de formação e assessoria técnica voltadas para o fortalecimento das Associações, Conselhos, Grupos Coletivos e entidades representativas da sociedade civil organizada de modo a promover mais igualdade e oportunidade, como captação de recursos por meio de projetos bem elaborados para geração de renda em sintonia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  

O Programa Territórios Sustentáveis é uma iniciativa que visa contribuir para a construção de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável nos municípios de Faro, Terra Santa, Oriximiná nos eixos Gestão Pública, Gestão Ambiental, Desenvolvimento Econômico, Capital Social e Quilombola. O programa terá duração de quinze anos e é fruto da gestão integrada na Amazônia de três organizações sociais, Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), com apoio financeiro da Mineração Rio do Norte.

Conheça mais do Programa acessando nosso site www.territoriossustentaveis.org.br ou baixe nosso App no Google play.

Mais informações:

Martha Costa – Assessora de Comunicação da Ecam


Jornalista DRT 2974/PA